TENKU: Made to Match com o pedalar na ponta do selim

Entre as novidades que a Shimano apresentou para a nova estação, sem sombra para dúvidas que a minha atenção recaiu sobre os calções Tenku.
Felizmente desde há várias épocas que tenho a possibilidade de usar calções com carneiras, tecidos, tecnologia e confeção de excelência e, também por isso, os meus critérios de seleção foram-se tornando cada vez mais conscientes, autónomos e exigentes.
Assim, quando surge um novo produto que se propõe a acrescentar valor à prática, claro que é com grande expectativa que abordo a notícia.
Ter a oportunidade de usar algumas das novidades da Shimano criadas sob o “Conceito Made to Match” é simultaneamente um privilégio e uma grande responsabilidade!

Retomemos o primeiro contacto com os calções Shimano TENKU aquando da sua apresentação ao público a 15 de Março

O TENKU apresenta-se como um calção de ALTO DESEMPENHO com condutores e ajuste ANATÓMICO E AERODINÂMICO, com destaque, claro está, para a CARNEIRA ALMOFADADA de NARIZ CURTO.

Questões técnicas à parte, assim que coloquei os olhos nestes calções de alças, o brilho, a elegância da confeção, o requinte dos pormenores chamaram logo a atenção. Depois, a experiência do toque é memorável. Por fim, são o peso e o atrito adequado (ao corpo e ao selim) que se destacam.

O que se averigua? As promessas da marca cumprem-se:

  • O tecido de compressão adequado à intensidade do pedalar ( especialmente intensa e de alto desempenho) apoia os músculos das pernas – sem “apertar”.
  • A banda larga elástica para as pernas com silicone integrado mantém os calções na posição durante todo o exercício – por ser “integrado” não tem aquela banda visível “tipo cola”.
  • A parte superior em malha elástica e leve e a ventilação nas costas aumentam a respirabilidade e a facilidade de estratificação.
    

“Pergunta que não quer calar”
O que é que isso significa:
– em cima do selim?
– a nível de rendimento?
– quanto às sensações?

Coloquei a mim mesma estas questões, analisei a exposição técnica da Shimano e elegi treinos (com certas intensidades, volumes e intervalos) e rotas, especialmente longas distâncias(com altimetria ajustada em subidas de gradientes diferentes, contrapostas descidas, sem descorar os sprints em reta) – tudo isto com o único propósito de testar a eficácia ergonómica e têxtil dos Tenku.
Salvaguardando que o design específico da carneira almofadada do calção Tenku foi “made to match” com o selim Stealth, procurei compreender se a referida ergonomia e encaixe da carneira também se poderia experimentar com o selim que uso, o Pro Falcon.

Aproveitei e fiz a dobradinha – desta forma também ficaram registados os Perfis com os Shimano Tenku

Antes de mais, para que este “review” seja plausível, (e também elucidar quem se possa estar a iniciar e deseja usufruir da bicicleta em plenitude), importa dedicar uns minutos a (rea)avaliar a posição na bicicleta (com um bikefit profissional ou com um simples teste em casa com alguns recursos simples) a fim de garantir conforto e rendimento; e só depois partir para desafiar experimentar mais pormenores que aumentam a qualidade e o bem estar em todas as saídas, road ou offroad.

Respondendo à 1a questão.

Os Calções Tenku têm uma carneira que “se encaixa” na perfeição nas minhas preferência: almofada de pouca espessura, resistente e, claro, “nariz curto” (ou seja, consequentemente menos expansiva). Em cima do selim, percebemos que resulta em desnecessários pontos de contacto que não os necessários da pelvis durante o pedalar – compreendendo a função dos condutores; o tecido permite uma aderência que possibilita movermo-nos no selim de acordo com as nossas necessidades ao longo de todo o exercício – ora usando o selim completamente para tirar proveito de momentos de descanso, ora chegando-nos para a ponta para maiores intensidades e fazer a transposição, também quando necessário, para umas pedaladas em pé.

Respondendo à 2a questão.
“Melhor ajuste à bicicleta, mais velocidade e mais tempo de performance.”
Na verdade estaremos a falar de ter nos Tenku mais um “equipamento” que promova a nossa capacidade de aplicar força e potência sem sair do selim.
O que acaba por acontecer muitas vezes é que, quando já não somos mais capazes de produzir força nas pernas suficiente para “trepar” “em cima do selim”, acabamos por nos levantar. Desta forma, muito em particular no caso de atletas “mais ligeiros” (ainda que para todos de forma generalizada), pedalar em pé permite que a parte superior do corpo se envolva e contribua para o impulso para a frente e a força geral.

Então, porquê treinar a técnica de pedalar sentado? Uma razão prende-se com o facto de que pedalar em pé faz aumentar a frequência cardíaca mais rapidamente do que ficar sentado, devido ao maior custo de oxigênio, visto que há a solicitação de mais grupos musculares. Ou seja, muitas vezes podes, por isto, atingir o teu limiar mais rapidamente e acabar, até, a pedalar acima dele.
O ideal, será, logicamente, desenvolver bem as duas técnicas de pedalar: “em cima” e “fora do selim”. Apesar de já ter mais de 10 anos de experiência em competição, continuo a dedicar nos meus treinos atenção a todos os aspetos que concorrem para o desempenho e a sair com objetivos de melhoria. Experimentem! Façam subidas em que já tenham registos e comparem com os novos dados. Impressionante!

Respondendo à 3a questão.

Costumo dizer: “Como todos gostamos mais de pedalar quando temos boas sensações!” Pois é: garante o bikefit, garante que que o teu selim está na posição certa, elege um selim plano ou com o nariz ligeiramente apontado para cima (a fim de evitar deslizares para a frente, sobretudo quando colocares mais força) e percebe como a carneira dos Tenku apoia os ísquios na parte correta da selim e tira o peso das áreas mais sensíveis – ter a maior parte do peso do corpo sobre os ísquios também retira parte do peso das mãos, aliviando o estresse nos ombros e no pescoço – o que, no caso dos sprints te deixa com mais capacidade e disponibilidade energética.
São os pequenos pormenores, são estes pequenos ajustes podem fazer uma grande diferença no conforto em longas distâncias – e quanto mais confortável estivermos, mais eficientes somos, melhores sensações temos!



Quanto ao “MADE TO MATCH”

Conceito

Como funciona na prática este #madetomatch?

Tendo compreendido em teste a tecnologia do Tenku, ainda que se adapte a todo o treino / pedalada, para quem, como eu, prefere uma posição mais agressiva e aerodinâmica na bicicleta e utiliza um selim de nariz-curto, o Tenku é uma pertinente escolha, sendo certo que foi fabricado para combinar  com o selim Stealth, adaptando-se “milimetricamente”.

Algo muito interessante e que desperta o meu interesse prende-se com o design estruturado para que o ciclista tenha mais conforto e eficiência para poder manter o ritmo nas descidas , numa posição mais baixa, ajustado à bicicleta.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é 3dmritcdm0n5vabsazmoqxnxtpyhb3gnr0gqdcj2.png

Pode ler mais sobre o Conceito MADE TO MATCH e a relação entre os Calções Tenku e o Selim PRO STEALTH no artigo “Made to Match” – Descobre as combinações perfeitas que a Shimano apresenta para a nova estação.

A mostrar MdG-Shimano-Tenku-StealthPro-415.jpg

MADE to MATCH
“Desenvolver selins e calções de maneira a combinar na perfeição, vai muito mais além do que aperfeiçoar a carneira. Todos os pequenos detalhes do calção foram redesenhados(…)” Giovanna Dominicus, gestora de produto na Shimano

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é ceu6f4shwajkxjz5dsviahr4sfeywf6o55hd1aua.png
CW-PAPS-US41M_C6_201_750_750
CW-PAPS-US41M_C6_204_750_750

COMBO
Selim PRO Stealth
Calção c/alça Shimano TENKU
bikefitting.com

Distribuidor oficial para Portugal | www.scvouga.pt

Disponível em Casa Myzé

#madetomatch #tenkuxstealth #tenkubib #findyourperfectfit #stealthsaddle 

Acompanha:
👉No Instagram
Shimanoportugal
scvougaciclismo


👉Facebook:
ShimanoMtbPortugal
ShimanoRoadPortugal
scvougaciclismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.