Bebidas vegetais caseiras: saudáveis, fáceis e amigas da carteira!

Bebida de soja

Dedicado à minha amiga

É tão comum que me falem do custo de uma alimentação saudável, recorrendo ao preço das bebidas vegetais a título de exemplo. De facto, de água com um pouco de sabor às bebidas realmente de qualidade, o preço é diretamente proporcional.
Foi isso que aconteceu durante a semana em que a minha dupla de equipa Casa Myzé Team e amiga, Pilar Nuñez, adepta duma dieta super rigorosa e saudável, e que me levou até este artigo depois de lhe explicar algo muito simples: “Faz as tuas próprias bebidas! Controla o processo sem químicos e mais em conta!”

Ora, por princípio, em conformidade com atitudes perante a vida (mais do que alimentação), a prática cá em casa é que eu faça as minhas próprias bebidas vegetais. Também tenho sempre na dispensa duas ou três embalagens, devidamente selecionadas na Clorofila, em caso de emergência.
Desta, deixo-vos algumas das receitas que uso com mais recorrência (com uma boa dose de criatividade à mistura). Como tenho a máquina MIDZU, não tenho a preocupação de colocar os ingredientes de molho (apesar de fazê-lo a maioria das vezes porque assim as bebidas ficam com uma textura mais suave e aveludada e um sabor voluptuoso) o que será necessário a quem vai usar o liquidificador ou a varinha mágica.

Código promocional ILDA10
https://lojavegetariana.pt?raf=ref0903164

Para além do “lucro” imediato de confecionar a bebida em casa (para a carteira, para a saúde e para o ambiente), ainda acresce o aproveitamento do okara (resíduo que fica / polpa) para outras receitas (cookies, molhos, etc.). Ambos podem pode ser guardados durante 4-5 dias no frigorífico.

Bebida de soja (receita base)
– Liquidificador, robot de cozinha, varinha mágica ou máquina de bebidas
– Coador (ou pano ou meia de vidro de mulher 😀 )
– Funil
– Garrafa para guardar a bebida
– Recipiente para guardar o okara
Para 1,5l de leite vegetal de soja:
– 150gr de feijão de soja (demolhar 8 a 12h)
– 1,5l de água

1. Demolhar o feijão (8 a 12h).
2. Escorrer e lavar o feijão.
3. Coloca-se no liquidificador e tritura-se até obter a consistência líquida adequada.
4. Filtra-se / coa-se (espremendo bem) para uma garrafa e leva-se ao frigorífico.
5. Reserva-se num recipiente no frigorífico o okara.

SIMPLES. FÁCIL. E ECONÓMICO!!!

Esta é a receita-base das minhas bebidas vegetais:

150gr de sólidos para 1,5l de água

Isto pode ser algo que podem ajustar à medida que forem experimentando.
Por exemplo:

Bebida de soja com aveia, tâmaras e canela
– 100gr de feijão de soja (demolhar 8 a 12h)
– 25gr de aveia
– 2 ou 3 tâmaras (de forma a obter as 150gr de sólidos)
– 1 pequenina colher de café de canela
– 1,5l de água

1. Coloca-se a água, a aveia, as tâmaras e a canela no liquidificador e deixa-se repousar / hidratar por 15min.
2. Acrescenta-se o feijão e tritura-se até obter a consistência líquida adequada.
3. Filtra-se / coa-se (espremendo bem) para uma garrafa e leva-se ao frigorífico.
5. Reserva-se num recipiente no frigorífico o okara.
SIMPLES. FÁCIL. E ECONÓMICO!!!

Basicamente esta receita adapta-se a todas as bebidas vegetais que pretendam fazer através de feijão de soja, amêndoa, noz, avelã e outras oleaginosas e flocos de cereais. Sejam criativos! Experimentem!

Atenção na confeção das bebidas de côco e de arroz: a bebida de côco segue exatamente o mesmo procedimento mas deve de ser preparada com água quente ao invés de água fria/temperatura ambiente (e depois deixar arrefecer para ir ao frigorífico); a bebida de arroz (integral, de preferência) implica demolhar o arroz, lavá-lo bem e cozê-lo por cerca de 15 min. em metade da água (750ml) e só depois é que é filtrado e que se junta a restante água fria/temperatura ambiente. Ambas as receitas seguem as mesmas medidas da receita-base. De resto é pôr a imaginação a trabalhar e fazer bebidas simples ou combinadas, adaptados aos gostos de cada!

Sugestões:

– Amêndoa (natural ou torrada)
– Avelãs (natural ou torrada)
– Aveia (simples ou combinada)
– Côco
– Nozes
– Caju
– Arroz
– …

Existem inúmeras possibilidades! As bebidas vegetais caseiras são, então, simples de fazer e qualquer um de nós dispõe dos meios e dos ingredientes necessários, essencialmente a “criatividade” para seguir ou recriar receitas.

Um comentário em “Bebidas vegetais caseiras: saudáveis, fáceis e amigas da carteira!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.