And all of a sudden, February is already on the midway!

Algarve Bike Challenge

Ufa!!! Passou a pré-época!
Quem mais está contente que não se levante já e que continue a ler! 😊

Nossa! É ou não é uma alegria sair daqueles treininhos – necessários, bem o sei! Importantíssimos, aliás! – mas é ou não uma festa olhar para o plano de treino e ver que não vamos andar horas a pastelar, a olhar para a paisagem, a pensar no que falta na despensa, nas meias que a tia Alzira ofereceu no Natal (Mas onde raio ela arranja aquela meiinha branca, imaculada, e cardada como uma ovelha?), a constatar a rotina da peixeira… Vamos sentir falta das forças para os vídeos live e das selfies em frente ao mar!
Nossa! É ou não é uma alegria sair para treinar como quem vai fazer uma etapa da Volta a Portugal – ou meia, vá! Que cá pelo Minho a tendência é para empinar aos primeiros 5km! – olhar para o Polar e os km a somar a somar, mudar o visor e ver um acumulado digno dum Pantani? Agora sim: agora podes ter uma conversa sobre o empeno que levaste no treino e até a falta de elegância da foto que postaste está justificada! É ou não é?!🤔
Nossa! É ou não é uma alegria reconciliares-te com a balança! Credo! O Natal deveria de ser era agora! Agora é que podia enfardar daqueles chocolates que o Ambrósio dá à Lady e encharcá-los bem num Porto Vintage! Natal tem mesmo de ser todos os dias agora que a pré-época terminou! 🎉

E é isto: de repente já sentes as dores nas pernas, já não aguentas até ao final do episódio de Vis a Vis, já nem queres ir ao cinema e até as meiitas da tia Alzira ficam perfeitas nos teus pés de pernas ao alto!
E é isto: como se o coelho da Alice tivesse feito uma judiaria, não só já tens um plano de treino de respeito como até já pousaste para a foto num par de provas em que te inscreveste à última da hora (e arruinaste as horas de engenho do Treinador) só porque te apetece testar as pernas, aquecer o motor… Mas lá que a foto de capa do Facebook tem pinta isso ninguém pode negar! Ah, catano! Até o Nino queria um wip assim! Olhas para o calendário que tinhas definido e já pensas que lá cabiam mais duas mãos cheias de eventos tão tão interessantes e nos quais os teus amigos mostraram interesse no Facebook – e, obviamente, tu não vais querer ficar de fora! Olhas para o calendário que tinhas definido e logo sentes que o motor está a ficar afinadinho, que as pernas já não estão assim tão tenrinhas e que há domingos a mais sem uma linha de partida – e, obviamente, o Coach não te vai querer lá dentro… 🤯

«E eu que não sou de ferro deixo-me levar

Porque homem que é de ferro emperra com a chuva

E quando vai à água vai enferrujar»

E eu que não sou de ferro mantenho a tradição de participar nas 3h de Resistência de Vila Franca, independentemente do ciclo ou microciclo do plano de treinos. Não alteramos nada: ao invés das 3h habituais do treino de equipa ao Domingo, vamos até Viana do Castelo – que o fantástico staff e a disposta organização bem merecem a resposta em massa por parte das equipas e atletas. À parte do óbvio teste à capacidade e à reação física, as 3h de resistência são perfeitas para testar e avaliar questões como: a nutrição (quais as barras, géis e sais mais adequados; em que momento os ingerir); o foco (estratégias a implementar para manter o discernimento mental e tomar as melhores decisões; não dispersar com distrações internas e exteriores); apreciar a bicicleta, componentes e uniforme. Tarefas cumpridas e conquistei o 1º lugar no escalão a espelhar o avolumado número de voltas conseguidas! 😉

Resistência 3H BTT Vila Franca Blisq Creativehttps://www.facebook.com/resistencia.vilafranca/

E eu que não sou de ferro lá consegui que o Coach BM me autorizasse a participar na prova de XCO de Lousada. O convite surgiu com um tal reconhecimento pela minha carreira e a organização dedicou tanto brio quer à construção da pista quer à divulgação do evento que eu não queria ficar de fora desta festa do BTT. Além do mais, “o meu filho”, o júnior Carlos Viana, há muito que andava a pedir uma prova fora de época para avaliar sensações. Logo, tudo se conciliou e lá fomos até Lousada para, sem qualquer pressão, colocarmos a Casa Myzé Team no 2º lugar, no caso da minha participação, e no 5º, no caso do Viana.


Xco 1 PROVA TACA Regional Acporto Pistaxcocomplexodesportivo

Homem que é de ferro emperra com a chuva e chuva era coisa que não queria para o tão aguardado Algarve Bike Challenge! Não é exagero dizer que foi um ano inteiro a aguardar, com saudável ansiedade e motivadora expectativa, por aquele que é o evento internacional mais concorrido do nosso país – o que se deve a uma organização e staff deveras profissionais e distintos de todos os demais que disponibilizam aos participantes circuitos e condições de logística soberbas! Depois das edições em que o AlgarveBC integrou o calendário das provas UCI por etapas, o formato fora daquelas diretrizes permitiu-me realizar o “sonho” de competir em dupla com o meu marido-treinador-mecânico-colega-de-equipa-diretor-desportivo, Bruno Magalhães. No ano passado fomos os vencedores na categoria Elites Mistas e este ano voltamos para, numa versão melhorada de nós, superar o desempenho e revalidar o título. Confesso que foram 3 dos meus melhores dias em prova; 3 das nossas melhores condutas; 3 desafios concluídos com muito brio em representar a Casa Myzé Team, em fazer parte de uma edição do AlgarveBC com cerca de 1100 participantes e terminar o prólogo e as 2 etapas em 1º lugar face a adversários tão sonantes!


Algarve Bike Challenge

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.