Roc Laissagais UCI WMS C3

Luethi Ariane (CH), Ann Rebecca (UK), Santanyes Sandra (Spain), Pereira Ilda (PT), Janas Bettina (DE)

A 27ª edição da Roc Laissagais decorreu nos dias 7 e 8 de abril de 2018, abrindo a época das World MarathonSeries UCI na Europa. Sob a égide da Federação de Ciclismo Francesa e da União Ciclista Internacional, a Organização desta edição propôs aos participantes novidades no desenho dos circuitos, evoluindo e diversificando (ainda mais!), aumentando os kms de single track através da floresta de Palanges. Surpreendente! Chapeau!
Roc Laissagais é um desafio internacional muito competitivo: não só os atletas são de elite UCI como o circuito é altamente exigente: na minha opinião, particularmente até ao km 30, é uma espécie de XCO (Cross Country Olímpico), há uma repetição de sobe-e-desce que faz com que os corredores tenham de estar sempre no limite das suas capacidades físicas e de atenção! Este ano, pessoalmente, achei os saltos e os serpenteados das linhas de Enduro 5*. Sendo muito divertido, o perfil não engana: depois do XCO vem a duríssima “maratona”, com quatro “horríveis” subidas que surgem precisamente quando os atletas já tinham dado tudo – ali mesmo, nos últimos 15 quilómetros, quando já só quero acabar e não há pernas depois de 4h de corrida, com um vento que me atira, literalmente, para fora da bike! 
Como sempre, dou tudo o que tenho e encontro formas de me reinventar em prova face às adversidades. Entrei bem, recuperei posições e, quando tinha feito tudo para terminar no top 5, tenho na meta um grupo de amigos súper felizes pelo 4º lugar que acabava de conquistar – que boa nova me davam!
De resto, são sinceros os parabéns a uma organização irrepreensível (com uma respeitosa vénia ao Pierre Boyer que transpira amor pelo Roc Laissagais), aos atletas em prova (muito em particular às femininas que merecem a tão proclamada “igualdade de género”) e um enorme obrigado ao público que me apoiou (até pelo meu nome gritou a cada zona de assistência e esperou-me na meta – não foi, Lucas Chamayou ?) e ao staff do L’Hôtel Bastide ***  .
Roc Laissagais, à l’année prochaine!

P. S. – Obrigada à minha equipa, Casa Myzé Team (sem vocês não seria possível); agradecimentos:

Município de Guimarães Comunicação/ BM High Performed Train /                 Liga Portuguesa dos Direitos do Animal / Casa Myzé / Blackjack – High Performance Wheels / Motokit Qüer / Oriente No Porto restaurante vegetariano / Kroon-Oil Portugal Masac / Velofitsystem / Fisioterapeuta – Diogo Novais /        ND Tuned / Clube Ténis Guimarães – Set Point Studio / Diogo Cunha – Clínica de Implantologia e Estética Oral / Veganuary / Percepção Visual – Clínica de Emagrecimento & Beleza / Animais de Rua / Clorofila Medicina Natural Lda / Aluminium Nuno / Vila Ativa Health Club / Gosto Superior / Quinta No Parque & Lounge Bar / CJR – Cândido José Rodrigues S.A. / Cofides Competição

#ildapereiratleta #uci #mtb #wms #roclaissagais2018 #muchmorethanarace #casamyzeteam #muchmorethanateam   #animalcrueltyfreerider

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.